Após ser morta por bandidos, vítima de assalto volta para casa e recupera os gatos

[ad_1]

Depois de mais uma internação e cirurgia, Gabriela Gonçalves de Azevedo, 41 anos, se recupera em casa. Ela foi vítima de uma agressão em 15 de março A pressão entre o carro e a porta da garagemDurante tentativa de fuga dos agressores, em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. Gabriella tem três costelas quebradas e dois pulmões perfurados.

Imagens de câmeras de segurança serão exibidas Mulher e marido se preparam para sair da garagem de casa. Eles seguirão para a região de Lagos, onde ele mora. Nesse momento, um carro branco parou como um bandido em frente à porta aberta e bloqueou o trânsito. Três bandidos armados descem e entregam a casa irresistível.

O motorista do carro branco libera então a saída da garagem. Dois criminosos se viram e entram no carro de dois bandidos. O terceiro assume o comando do carro da vítima.

O marido de Gabriela, Wallace da Conceição Silva, 53 anos, disse na época que quando o criminoso tentou fugir, Gabriela abriu uma das portas do banco traseiro para tirar os nove gatos de casa e acabou sendo esfaqueada. Uma mulher cai do bebê enquanto o grupo fica furioso.

A vítima disse que viu que a maioria dos gatos havia saído do carro e teve que tentar sair também. “Você tentou sair do carro para me salvar. Meu medoera les me levarem, vamos pedir para fazer um PIX. os gatos sumiram e as barracas foram montadas, mas um deles viu minha corda e eu perdi o equilíbrio e caí no banco do carro.” E o Nissan, outro bandido, saiu como um carro”, disse Gabriella.

O gato se recuperou da condição

O casal levava gato novo no carro. Agora podemos escapar Mais súplicas desaparecerão. A família então solicitou informações para localizar e proteger Jade.

Gabriela e os gatos se recuperaram após o ataque / Reprodução/Arquivo Pessoal

Gabriella se diz aliviada porque o fórum de oração foi encontrado. Ganhe uma recompensa e outra na casa da sua visão. “Quando os criminosos saíram como um carro, Jade entrou em quatro casas após a outra. Ela ficou lá entocada. A garota que encontrei de Chiminha me ligou e meu marido estava procurando por ela”, explicou.

A polícia ainda procura pelos criminosos

Segundo a Polícia Civil, os criminosos que atacaram a família não foram encontrados. A investigação está em andamento na Delegacia de Duque de Caxias (DP99). “Os agentes estão trabalhando diligentemente para identificar o crime e esclarecer os fatos”, disse ele em um memorando.

[ad_2]

..

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *