Clima: Tempestade Kathleen deixará fim de semana cheio de calor, neblina e chuva de lama | Notícias de Madri

[ad_1]

O fenômeno que fará disparar os termômetros e a neblina neste fim de semana na Espanha já tem nome. É uma tempestade profunda Kathleen Foi nomeado por Serviço Meteorológico IrlandêsPorque terá efeitos adversos. Da sua localização a oeste da península, são gerados ventos do sul, que aqui são atraídos.”Uma massa de ar muito quente“, ofereceu nesta sexta-feira o porta-voz da Agência Meteorológica do Estado (Aemet), Rubén del Campo. Consequentemente, as temperaturas serão muito quentes, entre 5 e 10 graus acima do normal, com 30 graus e até muito localmente mais de 32 graus. Isto massa vem Carregado com poeira suspensa, o que levará ao aparecimento de neblina A qualidade do ar deteriora-se. Além disso, uma frente que acompanha esta tempestade deixará chuva no sábado no extremo noroeste da península, que atingirá mais zonas do norte, oeste e centro da península no domingo. À medida que a neblina persistir, choverá lama.

Esta sexta-feira, tempo estável, embora com fortes chuvas no oeste da comunidade galega, cujas costas sofrerão com ventos muito fortes. Enquanto isso, a poeira começará a entrar do sul e as temperaturas ultrapassarão os 25 graus no Mar Cantábrico e na maior parte do leste e sul, e até os 30 graus em pontos do vale do Guadalquivir.

No sábado, diante de Kathleen “Entrará pelo noroeste, com fortes chuvas na Galiza” que atingirá também as Astúrias e o noroeste de Castela e Leão, bem como as Canárias, onde poderá ser localmente forte no norte das ilhas mais montanhosas. No resto da península o nevoeiro já será perceptível, especialmente no quadrante sudeste. E acrescentou: “As temperaturas começarão a cair no terço ocidental da península, mas permanecerão muito elevadas no resto e aumentarão mesmo no leste e nas Ilhas Baleares”. Del Campo acrescenta: “Não se pode excluir que se atinjam 30 graus no leste do Mar Cantábrico e entre 30 e 32 graus no Vale do Ebro e pontos em Maiorca e nas regiões de Múrcia e Andaluzia”.

O avanço da frente continuará no domingo, com chuvas e aguaceiros no Mar Cantábrico, Navarra, La Rioja, norte de Aragão, Castela e Leão, Madrid, Extremadura e oeste da Andaluzia. Poderá estender-se “mais para leste, mas não atingirá a região do Mediterrâneo”. Estas precipitações podem ser acompanhadas de lama e também podem ser tempestuosas.

O que mais afeta é o que acontece mais próximo. Para não perder nada, inscreva-se.

Participar

O porta-voz oficial de Emmett explica: “Depois que a frente passar, os ventos se deslocarão para oeste e serão mais frios e, portanto, haverá uma queda nas temperaturas em grandes áreas do país, especialmente na faixa central da península”. No noroeste, as temperaturas irão variar entre os 18 graus e os 20 graus e entre os 24 graus e os 26 graus no leste e sul da península e nas Ilhas Baleares, e mais de 30 graus em Aragão, Múrcia, leste da Andaluzia e Maiorca. Nas Canárias será um dia mais “tranquilo”.

Na segunda-feira, uma nova frente trará chuvas e aguaceiros que poderão ser localmente tempestuosos. A chuva será mais intensa no norte e no oeste, especialmente na Galiza, enquanto não choverá na metade oriental, nem na maior parte das regiões do sul, nem nas Ilhas Baleares. As temperaturas continuam a descer e serão “um pouco frias” no terço ocidental, mas “muito quentes no leste e nas Ilhas Baleares, onde ultrapassarão os 25 graus e por vezes generalizadas”.

Na terça-feira, “ocorrerá uma nova queda de temperatura, com ventos ativos de noroeste soprando fortemente em algumas áreas do norte”. É possível que haja geadas nas zonas montanhosas e também nas zonas do planalto norte. A chuva “não será muito forte e limitar-se-á ao terço norte, especialmente ao leste do Mar Cantábrico e aos Pirenéus”, embora não seja improvável que caia noutras zonas montanhosas. A semana começará nas Ilhas Canárias “com fortes ventos alísios puxando as nuvens para o norte das ilhas mais montanhosas e um clima geralmente mais fresco”.

A partir de quarta-feira, embora ainda haja alguma incerteza, é provável que se inicie um “aquecimento significativo das temperaturas máximas e mínimas em todo o país”, o que levará a uma nova onda de calor e a uma ausência quase total de chuva. O especialista conclui: “Se as previsões se concretizarem a partir de quinta-feira, as temperaturas máximas ultrapassarão os 25 graus na maioria dos territórios e poderão variar entre os 30 graus e os 32 graus em grandes áreas da metade sul da península e nas Ilhas Canárias”.

Inscreva-se aqui À nossa newsletter diária sobre Madrid.



[ad_2]

..

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *