Lançado no SPFW, Reptilia segue coleção atemporal com mais de 40 modelos

[ad_1]

Sob a liderança do arquiteto curitibano Heloísa StrobelPara determinar Répteis Fez sua Istria na quinquagésima sétima edição de SPFW Na noite deste (10) terceiro dia – data que marca o segundo dia da temporada de moda nacional.

Nomes de “De fatoville”A coleção apresentada pela JK Iguatemi apresentou mais de 30 looks com texturas diferentes para garantir um clima moderno e explorar peças funcionais.

A marca oferece peças duráveis, que não desbotam com o tempo, e são uma declaração de moda feita por mulheres, feitas por mim.

Reptilia fecha dia 2 SPFW N57
Reptilia fecha segundo dia do SPFW N57 / Tomzé Fonseca/ AgNews

Em entrevista com CNNA diretora criativa da marca fala sobre a importância de implementar seu trabalho nesta edição.

“A plataforma é muito impressionante. É um processo que exige muita energia. As pessoas reais aqui se preparam quando veem isso acontecer, como é de partir o coração”, afirma.

“É importante estar aqui e mostrar nosso trabalho para o pessoal da moda brasileira, e para o pessoal do mundo da moda que foi criado por mulheres, e isso precisa ser explorado”, completa Heloisa.

Casting diversificado com mais de 40 modelos

Na passarela, ao lado de uma gama de cores ácidas, como tons de verde, azul e vinho, o objetivo foi celebrar uma década de moda composta no país, com design voltado para o desgaste urbano e peças diversas e desconstruídas.

O elenco diversificado, composto em parte por mais de 40 modelos, merece atenção. No cortejo noturno estavam Marina Dias, Neon Cunha e Rosa Saito.

Marina Dias em desfile de répteis no SPFW N57
Marina Dias no desfile da Reptilia no SPFW N57 / Tomzé Fonseca/ AgNews

Gulas, enfeites, sapatos, cabelos, acessórios e acessórios, assassinados por Carlos Pena e Márcio Craqueki, também estão presentes no desembarque dos répteis.

Coleção comemora 10 anos de marca de autor
Coleção comemora 10 anos de marca Autor / Tomzé Fonseca/ AgNews

Fazer Moda no Brasil

Aqui conversamos com você CNNHeloisa destacou as dificuldades que a indústria da moda no país enfrenta.

“Primeiro, comecei a Reptilia há 10 anos. A importância da sustentabilidade nos empregos e da sustentabilidade como negócio. A moda é a segunda indústria que mais pessoas atuam no Brasil e as pessoas precisam manter essa matriz de energia funcionando”, comenta.

grupo "Empreendimento"répteis são oferecidos no SPFW N57
A gama de répteis “Indelével” é apresentada no SPFW N57 / Tomzé Fonseca/ AgNews

“No entanto, isso deve acontecer de forma ética, sustentável e consciente. “Agora, o grande desafio é fazer com que a moda tenha um impacto melhor, com uma agenda, com as tarefas que as pessoas precisam para fazer melhor na indústria”, Al- Garantido.

[ad_2]

..

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *