Quatro turistas foram detidos após denúncia de agressão sexual contra mulher num apartamento de hotel em Palma Comunidade

[ad_1]

A polícia deteve nesta terça-feira quatro turistas italianos após uma denúncia de agressão sexual contra uma mulher num apartamento de hotel na cidade de Palma (Maiorca).
A polícia deteve nesta terça-feira quatro turistas italianos após uma denúncia de agressão sexual contra uma mulher num apartamento de hotel na cidade de Palma (Maiorca)./Polícia Nacional/EFE

Agentes da Polícia Nacional detiveram quatro turistas de nacionalidade italiana, com idades entre os 22 e os 27 anos, sob a acusação de terem cometido uma agressão sexual em grupo contra uma mulher de 29 anos residente em Palma. A Unidade de Assistência à Família e à Mulher (UFAM) da Polícia Nacional assumiu a investigação e conseguiu prender os quatro suspeitos antes que eles deixassem a ilha de avião de volta ao seu país. Os quatro detidos foram levados à justiça na terça-feira.

Segundo explicou a Polícia Nacional, a mulher conheceu alguém na madrugada de domingo, entre as duas e as seis da manhã. A vítima conversou com ele num local de entretenimento na Corniche de Palma, e ambos decidiram ir ao apartamento do homem, na zona turística de Playa de Palma, onde estava hospedado com outros três cidadãos. Segundo relato da vítima à polícia, ela manteve relações sexuais consensuais com o turista no apartamento.

No entanto, a investigação indica que os outros três amigos do jovem entraram na sala antes de ela sair, agrediram-na sexualmente, agarraram-na e forçaram-na. A vítima conseguiu fugir em determinado momento e conseguiu levar consigo um passaporte de turista. Depois de sair do apartamento, ele conseguiu chamar um táxi e ir até uma delegacia próxima para prestar queixa sobre o ocorrido.

Os agentes de plantão ativaram o protocolo estabelecido para vítimas de violência sexual e transportaram a jovem para um centro médico próximo para que fosse submetida a um exame. Além disso, a Brigada Regional da Polícia Nacional iniciou uma investigação que foi concluída pelo grupo UFAM. Os agentes descobriram que os jovens eram turistas e que planeavam deixar Espanha no mesmo domingo para regressar a Itália, pelo que aceleraram os esforços para os prender antes de se dirigirem ao aeroporto. Os quatro homens foram levados à justiça na manhã de terça-feira.

O telefone 016 atende vítimas de violência sexual, seus familiares e pessoas ao seu redor 24 horas por dia, 365 dias por ano, em 53 idiomas diferentes. O número não fica cadastrado na conta telefônica, mas a ligação deve ser apagada do aparelho. Você também pode entrar em contato por e-mail [email protected] E através do WhatsApp no ​​número 016 000 600. Os menores podem ligar para o telefone da Fundação ANAR 900 20 20 10. Em caso de emergência podem ligar para o 112 ou para os números de telefone da Polícia Nacional (091) e da Guarda Civil (062). Caso não consiga se conectar, você pode utilizar o aplicativo ALERTCOPS, por meio do qual é enviado um sinal de alerta à polícia com geolocalização.

[ad_2]

..

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *